quinta-feira, 31 de março de 2011

mau humor + compulsão

bom dia meninas!!!
pra mim o dia não tá tão bom mas .....
acordei com um mau humor terrivel. e nem tô na tpm
o pior disso é que já acordei com vontade de comer tudo que vejo pela minha frente, estou conseguindo me segurar e espero ficar assim ate o fim do dia.vou sair pra caminhar e liberar um pouco de endorfina no corpo pra ver se melhoro, afinal não tem motivo algum pra eu esta mal humorada aff!!
mas tarde faço as visitas.    bjks

                 Emoção x emagrecimento
                Quando os sentimentos entram em cena é importante ficar atenta ao apetite. Isso mesmo! Além da comida, colocar no prato as carências pode minar seu regime e, sobretudo, o objetivo de manter-se magra. Quem explica é o psicoterapeuta dr. Marco Antônio De Tommaso, da Universidade de São Paulo (USP)
Por que, normalmente, as pessoas recorrem à comida para equilibrarem as próprias emoções?
O alimento não é só nutrição. É uma forma de afeto em nossa vida. Começa, inclusive, na relação que a criança estabelece com a mãe oralmente, quando ainda é um bebê. Nesta fase, quando chora (por motivo de fome, dor, sono, calor, frio ou sede), lhe é oferecido o seio ou a mamadeira. É constituída, então, uma relação precoce: emoção-comida. Assim, o alimento passa a reduzir (em curto prazo) a ansiedade. Já na idade adulta, esta "compensação" leva muitas pessoas a buscarem no que consomem uma forma de atenuar suas emoções negativas.
Então sentimentos como: insegurança, baixa autoestima, rejeição, dentre outros, precisam estar "bem resolvidos" antes de iniciar a dieta? 
Se a pessoa utiliza a comida como redutora dessas emoções, sim. Ao menos deverá cuidar delas, durante o regime. Se ela come por ansiedade, por exemplo, tem de tratá-la, se quiser emagrecer.
De que forma? 
Cada caso deverá ser individualizado. Para alguns, a adoção de formas de relaxamento e mudanças no estilo de vida já apresenta resultados benéficos. Já para outros, a psicoterapia é uma importante auxiliar.
Muitas vezes, a dificuldade maior não reside "apenas" no emagrecimento e, sim, em permanecer magro. Por que isso ocorre? 
Quem é gordo e emagrece não é magro. ESTÁ MAGRO. E só se manterá nesta condição enquanto estiver vigilante com a balança, preservando hábitos saudáveis. Logo, o objetivo deve ser: permanecer com a silhueta afinada e não apenas fazer "mais uma dieta" para perder determinado peso por algum tempo.
Por que algumas pessoas "sabotam" o regime? Quais os fatores que desencadeiam tal conduta?
No processo de emagrecimento, muitas vezes, ela deseja conscientemente emagrecer, mas inconscientemente resiste a isso. A explicação pode estar nos "ganhos" que ela obtém permanecendo acima do peso
Quais seriam estas "vantagens"?
É como se, inconscientemente, a gordura corporal funcionasse como um escudo de proteção. Só para exemplificar, há episódios de mulheres que engordam para neutralizarem a própria sensualidade (por insegurança ou outras questões psicológicas, a pessoa "enfeia-se" para poupar-se de experiências afetivas). Outras justificam a timidez devido ao sobrepeso: "Sou tímida porque sou gorda". Neste caso, esta pode ser uma desculpa para que ela não resolva tal acanhamento, justificando, assim, o seu afastamento social. Há ainda pessoas que fazem da preocupação com o sobrepeso uma maneira de ignorar os outros problemas de sua vida (enquanto se inquietam com o emagrecimento, "esquecem" das outras dificuldades). Se estas questões não forem "trabalhadas", podem gerar uma resistência significativa ao processo de perda de peso.
" Emagrecimento se baseia em três fatores: reorientação nutricional, atividade física e equilíbrio psicológico"


Quais as "fontes de gratificação" que a pessoa deve buscar para evitar os excessos alimentares? 
Primeiramente ela precisa compreender que a comida é apenas um prazer, e não o único prazer existente na face da Terra. Ou seja, há outras formas de satisfação. Para aproveitá-las é necessário ressocializar-se: um encontro com os amigos, uma caminhada ou outras formas de entretenimento. Sobretudo, resgatar atividades que goste de fazer ou habilidades que realiza com competência. Abandonar o autoisolamento, que muitas vezes o quadro de obesidade impõe, é fundamental.
Mesmo com a dieta, nem sempre vestir o manequim sonhado acontece no tempo que se espera. Como o ritmo de emagrecimento deve ser compreendido? 
Cada um tem o seu. Por isso, é importante cuidar do processo, o que significa comemorar cada vitória conquistada, seja qual for o tamanho dela. Enfim, é fundamental valorizar todas as etapas, alimentando a própria autoestima e bem-estar. Tornar-se magra será uma consequência.
Os "diários alimentares", utilizados para registrar o que é consumido, bem como para identificar os 0fatores estimuladores do apetite são recomendados?
Este procedimento é essencial para descobrir as razões, além da fome, que levam a pessoa a se dirigir ao prato. Muitas vezes, a simples anotação permite uma reflexão: "É fome?" Está provado que quem faz este tipo de monitoramento irá ingerir 20% menos do que comeria se não o fizesse. No entanto, este controle deve ser honesto, ou seja, deve se anotado o que efetivamente foi ingerido.
Quais as atitudes a serem adotadas por quem deseja um emagrecimento eficaz? 
É importante aliar controle nutricional, atividade física e equilíbrio psicológico. Além destes princípios, válidos para todos, é importante ressaltar que o emagrecimento exige comprometimento do "candidato". Uma das crenças que a pessoa obesa deve combater é a de que ela é um agente passivo. Acredita que apenas o médico, o nutricionista, o psicólogo, o educador físico ou o remédio irão emagrecê-la. Na realidade, é ela quem deve assumir a responsabilidade pelo emagrecimento, se quiser obter sucesso

10 comentários:

Nosso emagrecimento disse...

Oie Lu, isso mesmo amiga, faça sua caminhada e logo passa o mau humor,bjoss

♥♥♥ Meire ♥♥♥ disse...

Bom dia Lú, trata de se controlar viu? Fixa na cabeça que isso é um tropeço para você sair da linha. A caminhada ajuda a por os pensamentos em ordem... Também tenho muitos momentos destes! rsrsrsr Bjokas!!!

Patinha Feia Nunca Mais disse...

Bom Dia Amiga!!!
Como é complicado quando o dia não esta dos melhores. Tudo fica difícil!!!
Mas procura ter calma pra não comer o mal humor, kkk.
Grande Beijo e uma Ótima Quinta!!!

AGORA VAI, COM CERTEZA VAI ...... disse...

Miga,

O pior que tb ando assim ............ mas vamos colocar coisas boas em nossa cabeça né, e ver se todo este mal humor vai embora ....... hihihhi

Beijus e força,

Paty .........

Fenix disse...

Há... pode parar com esse tal de mau humor, isso não exite, ainda mais pra uma pessoa tão especial!
Quer uma dica?
Reveja suas fotos e seus posts anteriores, veja como progrediu e foque bem naquela fotinha onde estas de blusinha rosa.. e olhe pra vc agora!!
Com certeza vai ser uma mudança bombástica no seu dia de hj e também ajudar a não atacar na comida, afinal não foi facil chegar até onde esta nesse momento!!!
Lu minha amig-vizinha força viu!!!
E adorei a matéria, precisava tanto de ler akilo tudo....
e sobre o sorteio, vc já esta inscrita, heheheh
bjocassss

Emanuelle disse...

oiee lindaaa
tem dias q acordo assim tbm, querendo comer tudo...mais é so fazer outras coisas pra distrair!!
bjinhus
xauxau

Cℓαυ∂iα Hєℓαiทє disse...

Oiieeeee.
Passando rapidamente para dizer....
Cai fora mau humor, deixa essa menina em paz...kkkkk
Beijos.

Dieta da Roberta disse...

Semana passada eu também estava num amu humor que só!!!

Espero que tenha conseguido resistir às emoções... Afinal... é difícil não comê-las né??? rs

Bjocas

deiacantelli disse...

Oi!
Amiga espero que já tenha passado a compulsão pq a noite é tenso pra controlar as emoções.
bjokas

Rose Light disse...

Oi Lú! acho que sou uma excessão: se tenho problemas ou mau humor é mais fácil eu não comer do que devorar tudo, acho que não sou normal, né??? Mas isso mesmo, vai fazer uma caminhada, quem sabe uma corrida, tu volta renovada. Beijinhos e obrigada pela visita.